• Início
  • Musculação na adolescência: mitos e verdades

Musculação na adolescência: mitos e verdades

Adolescentes têm buscado as academias cada vez mais cedo em busca da boa forma física. Com isso, muitas dúvidas surgem sobre o tema: o levantamento de peso pode causar danos à musculatura? E ao crescimento? Faz bem para o desenvolvimento do jovem? Vamos esclarecer os mitos e verdades sobre a musculação na adolescência.

Sozinho, jamais!

A primeira coisa que devemos dizer é que a musculação jamais deve ser praticada sem a ajuda de profissionais, não importa a sua idade. Somente ele saberá quanto peso você conseguirá carregar, quais são as atividades ideais para atingir seus objetivos e como intercalar essas atividades de modo que não cause danos à sua musculatura.

O excesso de treinamento é um dos maiores problemas que podem acometer o adolescente que resolve malhar sem acompanhamento. Se somarmos isso a um quadro de alimentação inadequada e exercícios sendo executados de maneira incorreta, podemos ter problemas ainda maiores.

Melhora da autoestima

Um mito antigo que ouvimos por aí é o de que a musculação poderia prejudicar o crescimento dos jovens. Errado! Aliás, o que acontece é justamente o inverso: a prática de exercícios físicos, incluindo a musculação, é especialmente indicada em casos de deficiência de crescimento, uma vez que estimula os hormônios anabólicos, essenciais para o crescimento muscular.

Além disso, a prática contribui para a melhora da autoestima do adolescente, proporciona gasto de energia (e assim, alivia tensões e estresses) e lhes introduz a um estilo de vida mais saudável e disciplinado.

Começar do início

No início, o jovem deve entender que só poderá carregar o proporcional ao seu tamanho e força muscular. Especialmente para os adolescentes, é recomendado que o treino seja feito com um parceiro. Isso motiva a dupla e deixa os exercícios mais dinâmicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *