• Início
  • Vamos falar sobre lesão muscular?

Vamos falar sobre lesão muscular?

A lesão muscular é a grande inimiga de quem treina com frequência, profissionalmente ou não, e sempre ouvimos falar dela (em época de Copa do Mundo, por exemplo, a lesão é a palavra mais temida pelos torcedores brasileiros).
Se você não sabe exatamente o que é a tal da lesão muscular e suas possíveis causas, fique calmo: vamos te explicar tudo.

A lesão ocorre quando se rompem as fibras musculares, causando a perda da funcionalidade total ou parcial do músculo. Isso pode ser causado por uma interferência externa (como uma forte pancada) ou interna (esforço além do suportado, por exemplo).

Há também uma outra classificação: as lesões podem ser de caráter crônico ou agudo. No primeiro caso a recuperação é mais demorada e o sujeito pode ficar meses ou até um ano sem poder treinar, enquanto no segundo a recuperação costumeiramente é mais rápida, sem deixar o atleta parado por mais de três semanas.

Ok, agora você já sabe o que é uma lesão e também como ela pode ser gerada. Mas como evita-la?

Como prevenir-se de uma lesão

A maioria das lesões está relacionada com o esforço exagerado do músculo e na preparação (ou melhor, a falta dela) para começar o treino. Para evitar que isso aconteça, existem algumas precauções que se pode tomar:

– Siga sempre as instruções do seu professor. Ele sabe quanto peso você consegue suportar e quantas vezes pode repetir o movimento. Tentar montar ou modificar o treino que lhe foi dado sem antes consulta-lo é trilhar o caminho para uma lesão;

-Fortaleça a musculatura. Às vezes o exercício não é tão pesado, mas seus músculos não estão devidamente preparados para ele. Converse com seu instrutor e montem a melhor aula possível para fortalecer sua musculatura;

– Se você está acima do peso, tome cuidado com exercícios de alto impacto;

– Balanceie sua alimentação para ter o suporte necessário para o treino, mantendo-se longe de lesões e muitos outros problemas decorrentes da má alimentação.

Etiquetas: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *